Age Clinic | Medicina Tradicional Chinesa
15547
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-15547,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,paspartu_enabled,paspartu_on_bottom_fixed,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Medicina Tradicional Chinesa

A MTC é um sistema médico, desenvolvido ao longo de mais de 3000 anos, que define o estado funcional vegetativo e de regulação do organismo através de sinais sintomas e sensações clínicas.

O individuo é avaliado holisticamente, (como um todo) de modo a ser possível detetar fenómenos percursores das alterações funcionais e orgânicas que provocam o aparecimento de patologias.

Inclui uma sinergia de 5 grandes terapias: Fitoterapia; Qigong; acupunctura Tuina; dietoterapia.

MTC é vivida na e para a vida de todos os dias.

Modalidades principais de Tratamento na MTC

Acupuntura: Estimulação de regiões reflexas corporais (pontos de meridianos) através de agulhas com o objetivo de produzir uma resposta fisiológica que pode incluir o sistema endócrino, nervoso e ou imunitário por forma a restabelecer o estado de saúde do paciente.

 

Qi Gong: Esta terapia de biofeedback encerra em si dois conceitos. O Termo Qi, vulgarmente conhecido como energia e o termo Gong cuja tradução significa trabalho. Permite ao paciente voluntariamente e conscientemente controlar processos corporais. Integra exercicios posturais, respiratórios e interoceptivos que permitem regular o sistema nervoso autónomo (sistema simpático e parassimpático) o que contribui para uma melhor regulação homeostática, para uma redução de tensões físicas e emocionais, e para uma melhoria do sistema imunitário. Hoje em dia esta terapia da MTC faz parte das terapias de “mindfulness”.

 

Tui-Na: Técnicas de Manipulação ou acupressão usadas para estimular pontos de meridianos ou outras partes da superfície do corpo, no sentido da corrigir o desequilíbrio fisiológico do mesmo e alcançar efeitos curativos. Estas técnicas restabelecem a capacidade funcional dos tecidos, bem como a sua boa vascularização e circulação sanguínea.

 

Fitoterapia: Prescrição de decocções, unguentos, granulados ou comprimidos feitos à base de partes de plantas ou animais (como conchas e cartilagens) legalmente registados e ou produzidos na união europeia para fins terapêuticos.

 

Dietoterapia Chinesa: prescrição dietas tendo que têm em conta o efeito funcional do cada alimento, que é visto como um nutraceutico. Esta prática terapêutica assenta na capacidade funcional (Qi) de cada alimento além do seu valor nutricional.

 

Psicoterapia chinesa: Compreensão das emoções e a sua relação com os órgãos e sistemas internos e sua influência sobre a saúde. Explica a influência que as emoções têm nas estruturas somáticas e funções corporais.

 

A utilização destas modalidades de tratamento é definida pelo diagnóstico e por sensibilidades individuais de cada paciente.

Tendo em conta a característica complementar da MTC, ela aborda qualquer tipo de patologia, de qualquer especialidade, ajudando a medicina convencional a obter os melhores resultados nas diferentes patologias.

Exemplos de intervenção MTC

Sistema Musculo-esquelético

Dermatologia

Otorrinolaringologia e Pneumologia

Aparelho circulatório

Sistema Gastrointestinal

Nefrologia e Urologia

Afeções do sistema nervoso

Afeções do sistema endócrino

Oftalmologia

Odontologia

Afeções psíquicas e psicossomáticas

Afeções femininas

Pediatria

Oncologia